quarta-feira, 24 de abril de 2013

A primeira velinha para o nosso blog


Os números de um blog que deu certo e que já faz parte da rotina dos moradores da Península

“A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.”
Albert Einstein

CORREIO DA PENÍNSULA completou um ano neste mês de abril,  consolidando-se como o grande veículo dos moradores deste recanto peculiar, povoado por mais de 4 mil famílias e com a movimentação de muitas cidades brasileiras.
A primeira postagem do   CORREIO DA PENÍNSULA  foi sobre o laudêmio, que voltará à pauta
Surgido originalmente para pôr na ordem do dia a questão do laudêmio, uma excrescência que atinge os moradores de todos os condomínios, com exceção do Way, o blog enraizou-se por sua agilidade como informativo e por sua seriedade como debatedor de assuntos do interesse de todos, registrando uma frequência de acessos cada vez maior dia após dia.

Iniciativa pessoal de um velho jornalista, hoje com 70 anos, que sempre procurou atualizar-se com a tecnologia da informação e sempre esteve ligado, enquanto cidadão, à vida dos condomínios onde viveu, o CORREIO não fica nada a dever a qualquer órgão e ainda cristaliza com sucesso duas tendências da mídia: o uso da internet e a segmentação por local ou por tema.

Não é o único blog mantido e editado por Pedro Porfírio, jornalista desde 1961: o mais antigo vem desde o tempo em que era colunista da TRIBUNA DA IMPRENSA, jornal em que escreveu desde 1968 (com alguns intervalos) e o mais recente, ainda em fase embrionária é o RIO UR-GENTE, dedicado à cidade do Rio de Janeiro.

Além do blog, o CORREIO produz uma newsletter que tem  hoje 5.698 destinatários, garimpados durante o ano. O BLOG DO PORFÍRIO, mais antigo e dedicado a atualidades políticas, tem 8.763 cadastrados e o CORREIO DO TAXISTA, criado em outubro passado, chegou a 2.109 destinatários.

O número de visitas ao CORREIO amenta dia a dia. O deste mês foi quase o triplo da média mensal  de 4.276,5
O CORREIO DA PENÍNSULA assumiu nestes últimos 30 dias a liderança em acessos. Chegou a 11.278, com o seu maior pico por dia na segunda-feira, dia 22, quando registrou 1.600 de acessos. O contador do Google Analytics vai de 21 horas de um dia para 21 horas de outro.  A matéria mais acessada, porém, foi a sobre a morte da moradora e engenheira da Petrobrás na entrada na Península, postada no dia 10 de janeiro, que teve 2.419 visitas.

Nos últimos 30 dias, do mesmo editor, o CORREIO DO TAXISTA teve 8.559 acessos,  e  o BLOG DO PORFÍRIO, 7.394. Há ainda outros blogs, que recebem menos postagens: o DEBATE BRASIL, PODRES PODERES, NOS LABIRINTOS DO DIREITO, E HISTÓRIA VIVA. A eles está se somando o RIO UR-GENTE, que resulta da transformação de outro blog, o PORFÍRIO & PARCEIROS.

Em matéria de participação, para surpresa de todos, o CORREIO DO TAXISTA é que tem maiores registros, embora esteja há menos de seis meses na rede. Já somou 1.211 comentários (média de 57 por postagem),  contra 1.148 do CORREIO DA PENÍNSULA ( média de 12 por postagem) e de 1.760 do BLOG DO PORFÍRIO (média de 4,5 por postagem). Este existe desde novembro de 2011, como substituto do PORFÍRIO LIVRE, criado em 2008.

A imprensa como parte da vida e Quarto Poder

Desde sua primeira postagem, o CORREIO mexeu com toda a Península. A Assape, que não dava importância à comunicação, passou a agilizar essa área, procurando, inclusive, adiantar-se nos assuntos que lhe dizem respeito. E para centenas de moradores, tornou-se um hábito dar uma passadinha aqui.

A informação é inerente ao ser humano desde os primórdios. Antes mesmo de existirem jornais, usava-se de variados meios para fazê-la a chegar aos outros, por que ela tem um poder excepcional. O simples fato de ser disseminada já é um serviço público, contribuindo de forma inteligente para formar comportamentos e orientar atitudes.

Desde que existe imprensa, ela é vista como o Quarto Poder.  Por que quem capta e repassa informação tem um papel preponderante, sobretudo nas sociedades democráticas.

Como escreveu Daniel Cintra no blog Digital Já, “o ser humano, por ser o único ser consciente conhecido (até agora), transforma as experiências da sua vida diária em informações. Em outras palavras, e seguindo a linha do Nepomuceno, nós transformamos os dados existentes em nossa realidade em informação através da interação que temos com eles. A nossa memória nos possibilita cruzar a informação obtida com outras que já possuímos e assim, conseguimos tirar nossas próprias conclusões a respeito dos infinitos aspectos da realidade. Dessa forma, construímos um conhecimento baseado nas informações que vamos recebendo no dia-a-dia”.

De há muito, estuda-se e destaca-se o papel da mídia local. Em Introdução ao Jornalismo, de F. Bond, publicado no Brasil originalmente em 1959 e convertido na bíblia de minha geração, o norte-americano do NY Times destacava que a morte de um cão  na esquina mobiliza mais as pessoas do que uma acidente de trens  no Japão.

Ao longo de décadas, sempre houve uma imprensa local, embora de duração efêmera. Mais recentemente, na década de 90, surgiram com força as rádios comunitárias, que foram muito combatidas pelas grandes emissoras por roubar-lhes a audiência. Em 1996, Pedro Porfírio implantou duas rádios de baixa frequência - a Rádio Vizinha, em Jacarepaguá, e a Rádio Local, no Jacaré.

À época, ainda não havia uma legislação específica a respeito e isso trouxe algumas dificuldades. Hoje, elas já são regulamentadas, embora a Lei 9616/98  tenha frustrado os seus precursores, por estabelecer uma única faixa de operação.

A internet como mídia ao alcance de todos

A internet veio suprir essa lacuna. Já em 31 de março de 1998 surgiu em São Paulo o primeiro blog brasileiro – O Diário da Megalópole. Em janeiro 2001, a Folha de São Paulo já registrava o fenômeno dos blogs, que “reinventaram a internet”. Hoje, segundo o “Boo Box”, 60 milhões de brasileiros visitam os blogs.

Já em 2001, os blogs davam uma nova vida nova e referência à internet
Uma pesquisa da FGV, divulgada no último dia 18,  informa que existem 118 milhões de computadores pessoais e tablets, alcançando 60% da população brasileira. Segundo esse mesmo estudo, o volume de PCs e tablets em uso no Brasil em relação à população deve atingir 100% em 2016. Em 2008, a densidade era de 50%.

Tão ou mais importante do que os blogs é o Faceboock, que já reúne vários grupos na Península e adota uma linguagem mais interativa, em que cada um pode puxar o assunto que quiser. O grupo Reais Amigos da Península tem registrado um crescimento diário e uma participação muito rica, virando acesso obrigatório. E se liga também com os grupos de condomínios, como do SanMartin e do Atmosfera. O Reais amigos da Península é tão dinâmico e está sempre frequentado que se tornou a principal fonte do nosso blog.

Isso tudo indica um grande potencial de crescimento e integração, compondo por si uma força de expressão dos moradores e abrindo caminho para a maior transparência em todos os níveis.

A disseminação da informação leva as autoridades a tomarem providências, como no caso da segurança, permite a expressão de reivindicações coletivas, como no movimento pela otimização dos transportes,  e tem um caráter educativo.  Com a divulgação do acidente da Avenida das Acácias, certamente os quase 9 mil donos de automóveis da Península terão refletido sobre o que pode acontecer em nossas ruas. 

7 comentários:

  1. Pedro, parabéns pelo teu blog. A comunicação é e sempre será o melhor instrumento de conscientização e de cobrança. Com relação ao laudêmio, onde é que estamos e o que podemos fazer para dar mais movimento a esta questão? É um absurdo esta cobrança, e maior absurdo ainda por parte das empreiteiras simplesmente terem aceitado este descalabro. Elas, simplesmente repassaram o ônus aos compradores dos imóveis. Temos que nos mobilizar para recuperar os valores pagos nem que seja em precatórias.

    ResponderExcluir
  2. Cleber Barros - Saint Martin25 de abril de 2013 09:34

    Porfírio, parabéns pela iniciativa e competência na condução deste excelente meio de comunicação, sempre abordando assuntos de grande interesse. Certamente não teria tamanha expressão e relevância sem a sua fundamental contribuição. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao Correio da Península. E como você, Porfirio, escreveu, já está se tornando um hábito dar uma olhadinha diária aqui no blog !
    Andrea - Saint Martin

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Porfirio.

    O blog é um sucesso, pela qualidade do seu texto, tempestividade dos temas, transparência, liberdade de opnião, etc.

    Nunca desligue a câmera !!!

    Abraços,

    Andre Cruz.

    ResponderExcluir
  5. Porfírio, vá em frente, o seu blog era tudo o que a gente precisava na Península para ter um veículo de comunicação ligado nas nossas coisas e do nosso lado. Um dia, a gente ainda vai ter nossa própria rádio FM.

    ResponderExcluir
  6. Porfírio,
    Parabéns pelo primeiro aniversário do blog!
    Esse local transparente, democrático onde vários temas revevantes e atuais da Península são discutidos!
    Que você continue sendo a VOZ DA PENÍNSULA.
    Um abraço,



    ResponderExcluir

Este espaço é livre para seu comentário. Saiba usá-lo evitando palavras agressivas e ataques pessoais ou inconvenientes.

Web Analytics