segunda-feira, 22 de abril de 2013

Tiroteio em frente ao Barra Shopping: bala perdida mata publicitário

Jovem de 26 anos trabalhava numa agência perto e ia a pé para casa  em um condomínio da Barra

Última informação

O publicitário Guilherme Bishofe Lopes da Fonseca, de 26 anos, atingido por uma bala perdida durante uma troca de tiros entre um PM e um bandido, em frente ao Barra Shopping, morreu na noite desta segunda-feira, no Hospital Municipal Lourenço Jorge. O criminoso morreu no local e o policial está internado na unidade de saúde.

Guilherme foi ferido por volta das 19h. O PM e o bandido trocaram tiros em frente ao Barra Shopping, na Avenida das Américas, uma das principais e mais movimentadas vias da Barra da Tijuca. O criminoso estaria roubando pedestre próximo a um ponto de ônibus, na pista em direção à Zona Sul,  quando foi surpreendido pelo policial em patrulhamento. Baleado, o criminoso morreu no local. O PM e Guilherme foram levados para o Lourenço Jorge. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do militar. 

A primeira versão falava de dois os assaltantes.  A Delegacia de Homicídios assumiu as investigações.  O PM que  está internado também  no Hospital Lourenço Jorge não teve a identidade revelada.

O publicitário estava atravessando a Avenida das Américas quando começou o confronto e ele acabou baleado. Segundo informações, ele tinha saído da agência onde trabalhava e seguia para casa, num condomínio próximo ao Barra Shopping. Guilherme tinha sido transferido de São Paulo para o Rio há oito meses. Esta semana iniciaria um curso em sua área. Ele estava casado há um ano. 
Fonte:  jornal O DIA 

Primeira versão:
Bandido morreu no local

Um homem morreu e um policial militar e um pedestre ficaram feridos durante uma troca de tiros num ponto de ônibus na Avenida das Américas, na pista sentido Zona Sul, na altura do Barra Shopping, na Barra da Tijuca, na noite desta segunda-feira. De acordo com a polícia, dois homens foram flagrados assaltando os pedestres no local. Os criminosos reagiram e houve troca de tiros.

Segundo o tenente-coronel Marcos Amaral, comandante do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), os policiais faziam uma ronda quando presenciaram o crime. Quando eles abordaram os bandidos, um deles disparou sua arma. Um cabo ficou ferido na barriga. O PM que o acompanhava reagiu e matou o bandido, ainda não identificado. Um rapaz, também não identificado, que estava no local foi atingido por uma bala perdida.

O PM e o pedestre foram levados para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles. O corpo do bandido permanece no ponto de ônibus à espera de perícia.  

Fonte: Jornal   O GLOBO 

Nova Atualização, dia 24

O GLOBO atualizou as informações hoje, dia 24,  sobre o tiroteio, com detalhes sobre o publicitário atingido por bala perdida. Veja clicando na logo do jornal, abaixo.
O GLOBO 

16 comentários:

  1. PREZADO PEDRO, ESTE ACONTECIMENTO É DIÁRIO E SEM NENHUM REGISTRO, PESSOAS QUE SAEM DOS CENTROS COMERCIAIS COMO MARIO HENRIQUE SIMONSEN E LE MONDE QUE ESTACIONÃO SEUS CARROS NO BARRA BUSINESS AV. AMERICAS 3301, SÃO ACOMETIDOS POR MELIANTES

    ResponderExcluir
  2. Onde esta a seguranca desse nosso Pais. Onde esta a educacao. Onde esta a saude. E ainda pensam em copa e Olimpiada no RJ.

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida mais uma fatalidade!!! Mas será que ao redor só acontecem coisas ruins para serem abordadas no seu jornal???? Está parecendo mais JORNAL "O DIA"....

    ResponderExcluir
  4. Quem tiver boas notícias é só postar um comentário ou sugerir que o Pedro publica com todo o prazer. Mas o que nunca falta são anônimos chatos de plantão pra criticar os feitos de quem FAZ. Eu, pelo menos, não lembro de nada assim tão bom para comentar dos arredores da nossa "quase" UPP - Unidade de Polícia da Península. Quanto ao jovem publicitário, o Guilherme, mais uma vida que se vai deixando tristeza e saudade para seus inconsoláveis familiares. Uma pena, uma fatalidade, uma vida ceifada tão cedo.

    ResponderExcluir
  5. Meu filho já foi assaltado ali mesmo, naquele lugar. Passava pouco das 14h. Felizmente levaram apenas o celular (o ladrão deixou o chip com ele) e o relógio.

    ResponderExcluir

Este espaço é livre para seu comentário. Saiba usá-lo evitando palavras agressivas e ataques pessoais ou inconvenientes.

Web Analytics