sábado, 16 de novembro de 2013

Santo de casa faz milagre

Bem que o médico queria que usasse outra farmácia. Cotei seu preço e ganhei ao preferir a daqui



Os estabelecimentos que se instalaram no Open Mall têm granjeado a simpatia dos moradores da Península por vários fatores de avaliação.

Nem sempre os valores cobrados aparecem como maiores atrativos. Ledo engano. Em alguns casos,  têm demonstrado que podem unir a qualidade a custos competitivos.

Há produtos e serviços em que realmente o preço não é tudo. Mas pelo que sei da vida também nem sempre o mais caro ou mais pomposo é o melhor. Tudo é uma questão de gestão inteligente, penso eu. E isso pude constatar ao recorrer a remédios de manipulação.

Veja o que aconteceu:

Às voltas com problemas de saúde típicos da idade, procurei um determinado especialista na lista do meu plano. Marquei consulta e já não gostei do seu caráter sumário - um atendimento de menos de 10 minutos.

O doutor fez algumas perguntas e passou logo dois exames de ultrassonografia, sugerindo o nome do centro de diagnóstico por imagem. Como foi o que faria o atendimento mais rápido, não questionei.

Quando voltei com os exames, ele prescreveu dois medicamentos em farmácia de manipulação. E já grampeou na receita os endereços de uma rede que tem duas filiais (ou franquias) na Barra.

Disse-lhe que onde morava havia uma farmácia de manipulação muito bem montada e representando uma marca conceituada.

Ele insistiu que confiava mais na indicada por ele e ainda garantiu que essa rede tinha os melhores preços.

Ponderei que na hora de pegar a medicação, seria mais prático a farmácia vizinha. Ele insistiu em que a indicada por ele mandava entregar em casa.

Ante tanta insistência, fui até o tal estabelecimento na Avenida das Américas  e solicitei um orçamento: R$ 363,70. Pedi à funcionária que pusesse os valores no papel e aguardasse até o dia seguinte.

Ao retornar à Península, fui direto à farmácia de manipulação do nosso shopping. Retirei o cartão da concorrente da receita e pedi a cotação de custos para a mesma fórmula: R$ 207,00 - ou seja uma diferença a menos de R$ 156,70 ou uma economia de 43%.

Como não poderia deixar de ser, fotografei o produto diante da funcionária (que não entendeu nada) e agora, decorrido mais de uma mês de uso da medicação, estou contando o acontecido a você com a sensação de vitória:

1. Não me deixei influenciar pela insistência do médico em direcionar o serviço para uma determinada rede.

2. Constatei com alegria que a farmácia de manipulação mais próxima - o que por si já contaria - além de oferecer uma excelente impressão por suas instalações e de exibir uma marca conceituada no país, tem preços melhores, bem melhores, assinale-se.

Informado de que eu estive lá por sua atendente, o proprietário da franquia, Rogério Machado, também morador da Península,   escreveu-me perguntando sobre minha impressão. Respondi positivamente e ele comentou comigo também por e-mail:

"Fizemos tudo com muito carinho para atender melhor, com qualidade e preço, nossos clientes. Todos nossos equipamentos são de ponta e de primeiríssima qualidade, assim conseguimos fazer nossas medicações com a maior precisão e confiança possível.

Temos uma cliente que a filha precisa tomar um medicamento para pegar peso: ela já fez medicamentos em São Paulo, no Rio e a filha não conseguia pegar o peso que precisava; experimentou nossa farmácia e graças a DEUS deu certo, ela veio nos elogiar. São estes agradecimentos e fatos que cada vez mais confiamos no que fazemos e na qualidade de nossos produtos".

Fica o depoimento como uma contribuição aos vizinhos que estão sempre se deparando com situações semelhantes. E a conclusão de que, em muitos casos, santo de casa faz milagre. Por isso, sem desejar nenhuma vantagem em troca a não ser o atendimento honesto e de qualidade, ofereci à Phitofarma espaço a custo zero no blog para dar maior visibilidade ao seu empreendimento digno de minha recomendação, com base em MINHA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA PESSOAL.

13 comentários:

  1. Pedro Porfirio, sou medico, não atendo plano de saúde, minha consulta não dura 10 minutos e não indico farmácia de manipulação, a não ser que seja uma vitamina ou algo que a industria farmacêutica não produza. Mas em relação ao comentário que vc fez sobre indicar um laboratório de imagem, é importantíssimo pro médico que um ultra som seja feito com uma pessoa capacitada, pois é um exame examinador dependente. Saiba que não se ganha comissão por indicar um centro de imagem ou laboratório. Em algumas farmácias de manipulação sim, isso vem acontecendo, mas não acho certo a forma que vc colocou no texto pois pode se interpretar que o médico pede pra realizar exame em tal lugar pois ali ganha alguma coisa.
    Ninguém consegue fazer um diagnóstico e criar uma relação médico-paciente em 10 minutos.
    Um abraço e desculpe o desabafo!
    Gustavo Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo.

      Obrigado por seu comentário e por sua ressalva. Mas acho que há um exagero de sua parte em entender que estou falando de toda a classe médica. Nesse caso, apenas narrei o acontecido tal como ocorreu, pois me senti muito mal com esse comportamento do profissional.

      Sobre o tempo da consulta, infelizmente os pacientes têm passado por situações semelhantes com a sobrecarga em consultórios, depois de esperarem até um mês pela mesma (tente marcar um endocrinologista e verá - no caso, não foi esse tipo de especialidade). Isto por que os médios que atendem pelos planos se queixam dos baixos valores que recebem (R$ 50,50 por consulta).

      Por outro lado, não quis dizer que ele fazia isso por receber comissão. Só diria ao amigo que no início da década de 80, quando fui trabalhar como diretor de uma agência propaganda de uma rede de óticas, ao fazer um plano de marketing para tirá-la da concordata, seu proprietário me censurou por ter esquecido a "parte dos médicos". De fato, essa rede, tradicional naquela época, que não existe mais, chegava a montar consultórios próximos às filiais para ter indicações, embora isso fosse contra o código de ética.

      Ao contar esse caso, também não estou dizendo que todos os oftalmologistas recebem comissão. Em todas as categorias profissionais, A MAIORIA TRABALHA HONESTAMENTE. Por isso, é importante para essa maioria que se dê notícias sem medo de que elas venham a atingir a todos. As exceções precisam ser coibidas para que não percamos a confiança na maioria.

      Sobre a necessidade de exames, não me considero apto a discutir. Mas outro dia li uma entrevista em O GLOBO do dono da Clínica São Vicente, Luiz Roberto Londres, que é um primor de lucidez. Se desejar veja em http://oglobo.globo.com/saude/temos-que-voltar-medicina-antiga-8623572

      Cordialmente

      Pedro Porfírio

      Excluir
    2. Pedro, concordo plenamente com a tua posição. Também achei o comentário "desabafo" do Dr. Gustavo um pouco exagerado. Tua matéria está muito bem colocada, revelando os fatos.

      Excluir
  2. Infelizmente a relação entre médicos e laboratórios, clínicas de imagem e farmácias de manipulação está cada vez mais estreita sim , por oferecerem vantagens aos médicos para que utilizem os seus serviços. Existem médicos que tem o aluguel do seu espaço pago por clínicas de imagem! É um absurdo! O que se gasta com exames desnecessários por ano daria para investir em clínicas populares para realização de exames de alto custo, como tomografias e ressonâncias para população mais carente.
    att
    FSS

    ResponderExcluir
  3. Prezado Pedro,

    Inicialmente, gostaria de parabenizar-lhe pela matéria postada, que, assim como tantas outras, é de grande valia para os "Reais Amigos da Península". Entretanto, gostaria de deixar consignado, com o devido respeito e admiração que eu tenho por sua pessoa, bem como pelas suas publicações, que é prematuro afirmar, em apenas um atendimento, que o preço da farmácia de manipulação existente em nosso Condomínio seja mais em conta do que aqueles praticados por concorrentes. Para que essa afirmação tenha sustentação, seria necessária a análise de um número maior de pedidos e orçamentos, o que parece não ter ocorrido no caso em comento.

    Ressalto, ainda, que há meses atrás fiz um orçamento na mesma farmácia de manipulação citada na sua matéria, que não ficou mais em conta do que na farmácia indicada pelo médico.

    Sugiro, desta forma, que o senhor faça outras cotações e nos informe do resultado, a fim de que, com a certeza de melhor preço, possamos, com segurança, utilizar os serviços da farmácia de manipulação instalada em nosso condomínio.

    À proposito, não sou médico, não sou dono de farmácia de manipulação nem dono de centro de imagem. Sou apenas mais um morador, real amigo da Península, e apreciador de suas matérias.

    Renovando os protestos de elevada estima e distinta consideração,

    Marcelo F. Dominguez

    ResponderExcluir

Este espaço é livre para seu comentário. Saiba usá-lo evitando palavras agressivas e ataques pessoais ou inconvenientes.

Web Analytics