sexta-feira, 18 de julho de 2014

Idosa atropelada e morta no Barrashopping

Roberta Sá Simões (foto) e Caroline Bragança foram  levadas  para o Barra D'Or. 
A idosa Maria de Lourdes Sá Henriques, de 68 anos, morreu na manhã desta quinta-feira, depois de ser atropelada dentro do estacionamento vip do BarraShopping. Ela foi levada para o Hospital Lourenço Jorge, que fica próximo do estabelecimento, mas a Secretaria municipal de Saúde informou que a idosa  já chegou morta à unidade. 

Outra vítima foi identificada como Roberta Sá Simões, de 37 anos, que foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Barra D'Or.  Roberta Simões era filha de Maria de Lourdes. Carolina Bragança, de 36 anos, também foi levada para o mesmo hospital com dores na cabeça, depois de receber os primeiros socorros da própria equipe médica do shopping.

 Ainda não há informações sobre o estado de saúde de ambas.  Todas foram atropeladas por um manobrista, cujo nome não foi divulgado, que trabalha para o shopping. O funcionário, que é empregado da empresa terceirizada Verzani, responsável pelo serviço, teria perdido o controle da direção de um veículo e avançado sobre o grupo.

MANOBRISTA JÁ FOI OUVIDO

Os bombeiros do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS-Barra) também socorreram Roberta Simões, de 37 anos, que era filha de Maria de Lourdes e foi encaminhada para o Hospital Barra D’Or, e Carolina Bragança, de 36 anos, que também foi levada para a unidade, com dores na cabeça, depois de receber os primeiros socorros da própria equipe médica do shopping. A assessoria de imprensa do BarraShopping informou que está prestando toda a assistência às vitimas e suas famílias.

Segundo a polícia, o manobrista já prestou depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), que ficará responsável pelas investigações. Testemunhas do acidente também serão chamadas a depor. Imagens de câmeras de segurança do local também serão recolhidas para ajudar a entender o que de fato aconteceu.

4 comentários:

Este espaço é livre para seu comentário. Saiba usá-lo evitando palavras agressivas e ataques pessoais ou inconvenientes.

Web Analytics